ESPORTE NA MÍDIA

Cruzeiro: Juca Kfouri dispara contra presidente do Corinthians após denúncia de agressão

Jornalista não mediu palavras para descrever situação envolvendo presidente do Corinthians e torcedor do Cruzeiro no Mineirão
Foto do autor
Compartilhe

O caso envolvendo um torcedor do Cruzeiro e Augusto Melo, presidente do Corinthians, é destaque na coluna do jornalista Juca Kfouri na noite deste domingo (7/7).

O torcedor cruzeirense alega ter levado um soco do dirigente do Timão no rosto. O caso ocorreu no Mineirão após o confronto entre as equipes pelo Campeonato Brasileiro.

Logo depois do triunfo do Cruzeiro sobre o Corinthians, por 3 a 0, o torcedor João Daniel, de 40 anos, relatou ter sofrido uma agressão de Augusto Melo. O dirigente teria desferido o soco no torcedor durante uma confusão perto de um bar do Mineirão, atrás de um camarote.

Diante da repercussão do caso, Juca Kfouri disparou contra o presidente do Corinthians: “Covarde”.

“Hoje, no Mineirão, cercado pelos brutamontes [seguranças], Melo foi acusado de ter agredido um torcedor com seu filho de oito anos porque o cruzeirense entrou na pilha de gozá-lo com a ameaça da Série B. Não há razão alguma para duvidar da palavra do agredido, médico anestesista com a marca da agressão no rosto”, iniciou o colunista, no site Uol Esportes.

“Quer dizer, além de incompetente, sem condições psicológicas para presidir um clube da grandeza do Corinthians, Melo revela-se covarde”, ressaltou Kfouri,

Corinthians se posiciona

A assessoria do presidente do Corinthians, por sua vez, destacou em nota que Augusto Melo foi hostilizado por um grupo de torcedores no Mineirão. Entretanto, o comunicado não menciona a suposta agressão contra o torcedor do Cruzeiro.

A nota ainda diz que seguranças do Corinthians interviram para proteger o presidente “afastando alguns cruzeirenses mais exaltados”.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar (PM) ainda não tem informações se um boletim de ocorrência foi registrado.

Veja a nota na íntegra

“Neste domingo (07), o presidente do Corinthians, Augusto Melo, foi hostilizado por torcedores do Cruzeiro na saída do camarote do Estádio do Mineirão. Após uma discussão, a equipe de segurança do Clube interviu para proteger o presidente e os outros membros da diretoria e staff, afastando alguns cruzeirenses mais exaltados”.

Compartilhe