MUNDIAL SUB-17

Brasil leva virada do Irã e perde na estreia do Mundial Sub-17

Seleção Brasileira Sub-17 abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas levou a virada após a entrada de Taheri; placar final foi de 3 a 2
Foto do autor
Compartilhe

Neste sábado (11/11), a Seleção Brasil perdeu por 3 a 2, de virada, para o Irã, no Estádio Internacional Gelore, em Jacarta, na estreia no Mundial Sub-17, na Indonésia. Os gols brasileiros foram marcados por Rayan e Zamani (contra). Barejeh, Taheri e Gholizadeh fizeram para o Irã.

O Brasil fez um ótimo o primeiro tempo, abrindo 2 a 0, mas, numa etapa final irreconhecível, levou a virada. Taheri foi o cara: o camisa 10 e astro da equipe iraniana começou no banco, pois não estava 100%, entrou no intervalo e detonou a defesa brasileira. No entanto, saiu lesionado logo depois do gol da virada, com sua assitência, aos 30 minutos.

Leia também:

Com a vitória, o Irã chega aos três pontos, em segundo lugar no Grupo C. A Inglaterra goleou a Nova Caledônia por 10 a 0 e lidera. Na próxima rodada, nesta terça-feira (14), às 6h (de Brasília), o Brasil encara a Nova Caledônia. O Irã, por sua vez, enfrenta os ingleses.

O Mundial tem seis grupos e os dois primeiros colocados de cada um se classificam. Os quatro melhores terceiros também avançam para as oitavas. O Brasil, atual campeão, busca o pentacampeonato.

Brasil faz ótimo primeiro tempo

O Brasil foi bem superior ao Irã no primeiro tempo. Com a posse de bola, prendeu o Irã na defesa e criou lances de perigo com o quarteto ofensivo formado por Dudu, Lorran, Rayan e Kauã Elias. Mas, várias bolas pararam nas boas defesas do goleiro Shakouri.

O primeiro gol veio aos 28 minutos, num lance ensaiado. Em escanteio pela esquerda, o flamenguista Lorran fez o corta-luz e Rayan fez belo gol de fora da área. Ainda no primeiro tempo, o Brasil ampliou após ótima jogada de Lorran e Rayan, que viu o volante Zamani se antecipar para cortar e fazer contra.

Taheri liquida a Seleção em 30 minutos

Tudo de bom que o Brasil fez no primeiro tempo se esvaiu. Irreconhecível, o time brasileiro levou a virada após a entrada de Taheri. O craque do time começou no banco, mas veio do intervalo com a faca entre os dentes.

Ele começou a prender a defesa brasileira e dar espaços aos companheiros. Aos nove minutos do segundo tempo, Barajeh aproveitou uma falha de posicionamento do Brasil e diminuiu. O Brasil nada fazia em campo e as mudanças não surtiam efeito. Aos 25, um chutão do goleiro associado a um erro do zagueiro brasileiro Da Mata deu a chance para Taheri pegar de primeira e empatar o jogo.

Logo em seguida, aos 27, Taheri recebeu um passe perfeito do goleiro, driblou Da Mata e tocou para Gholizadeh virar o jogo.

Taheri saiu logo em seguida, sentindo a lesão. Para sorte do Brasil, que definitivamente não sabia o que fazer para marcar o camisa 10. Sem o seu 10, o Irã se fechou e suportou a pressão brasielira, que teve chances com Dudu e Luighi. Mas a bola não entrou.

Conheça os convocados da Seleção

Goleiros
Matheus Corrêa (Corinthians), Pedro Cobra (Atlético-MG) e Phillipe Gabriel (Vasco)
Laterais
Pedro Lima (Sport), Vitor Gabriel (Atlético-MG), Esquerdinha (Fluminense) e Souza (Santos)
Zagueiros
Da Mata (Grêmio), João Souza (Flamengo), Vitor Reis (Palmeiras) e Sidney (Bahia)
Meias
Camilo (Grêmio), Dudu (Athletico-PR), Matheus Ferreira (Vasco) e Guilherme Batista (São Paulo)
Atacantes
Estevão (Palmeiras), Lorran (Flamengo), Kauã Elias (Fluminense), Luighi (Palmeiras), Rayan (Vasco) e Riquelme (Palmeiras)

BRASIL 2 x 3 IRÃ

Mundial Sub-17 – 1ª rodada – Grupo C
Data: 11/11/2023
Local: Estádio Internacional Gelora, Jacarta (IND)

BRASIL: Phillipe Gabriel; Pedro Lima (Vitor Gabriel, 31’/2ºT), Vitor Reis, Da Mata e Souza (Esquerdinha, 16’/2ºT); Sidney, Camilo (Riquelme, 31’2ºT) e Dudu; Lorran (Luighi, 15’/2ºT), Rayan e Kauã Elias (Estevão, 25’/2ºT). Técnico: Phelipe Leal
IRÃ: Shakouri; Andarz, Darvish, Nafari e Zoleikhadei (Homaeifard, Intervalo); Zamani (Hassani, 38’/2ºT), Razzaghina e Sadeghi (Ghandpour, 30’/2ºT); Esmail Gholizadeh, Barejeh e Moredi (Taheri, Intervalo, e, depois, Ascari, 30’/2ºT) . Técnico: Hossein Abdi

Gols: Rayan, 15’/1ºT (1-0), Zamani, contra, 46’/1ºT (2-0); Barejeh, 9’/2ºT (2-1); Taheri, 23’/2ºT (2-2); Gholizadeh, 27’/2ºT (2-3)
Árbitro: Selvin Brown (HON)
Auxiliares: Gerson Orellana (HON); Emanuel Aguirre (NIC)
Cartões amarelos:

Compartilhe