ESPORTE NA MÍDIA

Colegas de profissão de Antero Greco reagem à mensagem de Paulo Soares

Antero Greco está 'em sono profundo' e 'não acorda mais', revelou Amigão; jornalista esportivo trata um tumor cerebral desde junho de 2022
Foto do autor
Compartilhe

O jornalista esportivo Antero Greco, de 69 anos, está em “seus dias finais” por causa de um tumor cerebral, como revelado pelo seu histórico parceiro de bancada Paulo Soares, o Amigão. Em texto enviado à coluna de Juca Kfouri no UOL, Soares contou que o amigo enfrenta a doença desde junho de 2022.

Antero está internado no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. “Dorme um sono tranquilo, profundo. Não acorda mais”, disse Amigão.

Nas redes sociais, amigos e colegas de profissão de Antero Greco reagiram à notícia. Veja:

Carreira de Antero Greco

Nascido em São Paulo em 2 de junho de 1954, Antero Greco começou a carreira em 1974 como revisor do jornal O Estado de S.Paulo. Posteriormente, tornou-se repórter de esportes, chefe de reportagem e editor-assistente.

Entre idas e voltas, Antero trabalhou no Estadão por 35 anos, tendo ainda breves passagens por jornal Popular da Tarde, Folha de S.Paulo e TV Bandeirantes. Já o duradouro vínculo com a ESPN Brasil começou no canal precursor TVA Esportes, em 1994.

Parceria com Amigão

Antero se tornou muito querido pelos fãs de esporte em razão da descontração ao lado de Paulo Soares na edição noturna do SportsCenter. A parceria iniciada em 2000 arrancou muitas gargalhadas de telespectadores e gerou memes na internet.

Greco e Amigão caíram na risada ao noticiarem a goleada da China sobre Butão, por 12 a 0, em 2015, pelas Eliminatórias para a Copa de 2018. O mesmo ocorreu em 2016, quando o São Paulo negociava a contratação do atacante Milton Caraglio.

Para bons entendedores, os nomes próprios do país asiático e do jogador argentino ex-Rosario Central e Vélez Sarsfield trazem duplo sentido devido à semelhança com termos chulos usados no Brasil.

Os jornalistas sempre se divertiram com os fatos inusitados, bem como não seguravam as reações hilárias diante de trocadilhos e palavras com a pronúncia engraçada.

Compartilhe