MMA

Lenda do UFC posa com camisa do São Paulo e elogia Brasil: ‘Meu lugar favorito para visitar’

Campeão dos pesos-pesados do UFC em 1996, Mark Coleman movimentou as redes sociais ao postar foto vestindo a camisa do São Paulo
Foto do autor
Compartilhe

O ex-lutador Mark Coleman, campeão dos pesos-pesados do UFC em 1996, movimentou as redes sociais ao postar foto vestindo a camisa do São Paulo. Ele publicou foto no Instagram para atualizar a recuperação das queimaduras e da inalação de fumaça causadas por um incêndio na casa dos pais.

“King Martello e e eu já tivemos um ótimo dia. Meus pulmões estão melhores, meus olhos estão bem e a pneumonia desapareceu. Fico mais forte a cada dia”, escreveu o americano de 59 anos, em companhia do novo cão de estimação.

Imediatamente, os brasileiros invadiram o perfil de Coleman, em especial os torcedores do São Paulo. Em uma das respostas, a lenda do MMA disse que quer ver o time jogar ‘in loco’. Em outra interação, rebateu um rival do Tricolor Paulista que questionava o uso do uniforme. “Três vezes campeão do mundo”, frisou o lutador, referindo-se aos Mundiais de 1992, 1993 e 2005 conquistados em cima de Barcelona, Milan e Liverpool.

Ana Hissa, repórter do SporTV e do Canal Combate, perguntou na postagem sobre a origem da camisa do São Paulo. Mark disse que foi um presente de uma visita ao Brasil e não poupou elogios ao país.

“Olá! A camisa foi salva do incêndio em casa. Foi um presente de quando visitei São Paulo, no Brasil. Estou realmente ansioso para voltar e visitar o Brasil novamente. É o meu lugar favorito para visitar”.

Mark Coleman

O incêndio

Mark Coleman precisou ser internado após salvar os pais de um incêndio na casa da família perto de Toledo, em Ohio, nos Estados Unidos. O incidente ocorreu no dia 12 de março.

O ex-lutador retirou os pais da casa em chamas. No entanto, ao tentar entrar novamente no local para resgatar o cachorro, inalou grande quantidade de fumaça e desmaiou. O animal acabou falecendo.

Por causa do comprometimento da função respiratória, Coleman foi intubado e colocado em coma induzido. Ele despertou dois dias depois e compartilhou mensagem para tranquilizar os fãs, além de se emocionar por ter ajudado os pais e pela perda do cão.

“Sou o homem mais feliz do mundo. Juro por Deus, tenho muita sorte. Não posso acreditar que meus pais estão vivos. Tive que tomar uma decisão. Saí do meu quarto, fui até a porta e já estava horrível, não conseguia respirar. Quase precisei sair, mas voltei para salvá-los. Não posso acreditar. Eu consegui salvá-los, mas não encontrei Hammer (cachorro)”.

Carreira de Mark Coleman

Primeiro campeão dos pesos-pesados ​ do UFC, Mark Coleman venceu as edições 10 e 11 do evento. Também foi campeão do GP Open Weight do Pride 2000. No UFC 82, em 2008, o ex-lutador foi incluído no Hall da Fama do torneio.

Mark disputou 26 lutas no UFC: ganhou 16 e perdeu 10. No cartel estão combates com os brasileiros Maurício Shogun (duas vitórias), Ricardo Morais (uma vitória), Allan Goes (uma vitória), Pedro Rizzo (uma derrota) e Rodrigo Minotauro (uma derrota).

Coleman também é ouro no Campeonatos de Wrestling da Divisão I da NCAA de 1988; prata no Mundial de Wrestling de 1991; ouro em três edições do Campeonato Pan-Americano (1990, 1991 e 1992) e ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1991.

Compartilhe