REVOLTA

TV de Ronaldo se manifesta após novo caso de racismo contra Vini Jr

Vinicius Júnior tem sofrido sistêmicos ataques racistas no futebol espanhol
Foto do autor
Compartilhe

A RonaldoTV, canal do ex-jogador e atual gestor do Cruzeiro, Ronaldo Nazário, se manifestou após novo caso de racismo contra o atacante brasileiro Vini Jr, do Real Madrid.

O perfil oficial no Twitter da RonaldoTV classificou a situação como “lamentável” e chamou a sequência de eventos envolvendo Vini Jr de “surreal”. “É lamentável a situação que 

@vinijr passou. É surreal que em apenas um jogo, foi chamado de macaco por um torcedor do Valencia, foi agredido com um mata-leão e ainda expulso por reagir à agressão. Todo nosso apoio ao Vini”.

O tweet terminou com a frase “No és fútbol, és La Liga”, em português “Não é futebol, é La Liga”, uma crítica direta a organização que gere a elite do futebol espanhol.

Essa não é a primeira vez que “Ronaldo” se manifesta em relação ao racismo sofrido por Vini Jr. Em janeiro, o Fenômeno repudiou os atos racistas de torcedores do Valladolid, clube de ex-jogador na Espanha, contra o camisa 20 do Real Madrid. 

“Lamentável, repugnante, vergonhoso, inadmissível. Racistas e xenófobos não nos representam. Vini Jr, todo meu apoio, respeito e carinho. O Real Valladolid está à disposição das autoridades para colaborar na investigação para que os responsáveis ​​sejam afastados do Clube. Não vamos permitir insultos racistas em nossa organização porque nossos torcedores não são assim e essas pessoas não nos representam”, escreveu Ronaldo na ocasião.

Novos ataques a Vini Jr

Vini Jr, que vive boa fase com a camisa do Real Madrid, foi vítima de gritos racistas da torcida do Valencia, o que resultou na paralisação da partida. Por volta dos 15 minutos do segundo tempo, os racistas começaram a chamar o camisa 20 de ‘Mono’, ‘Macaco’ em espanhol, nos momentos em que o brasileiro esteve perto da lateral.

O árbitro paralisou a partida cerca de dez minutos minutos após o início das ofensas, visto que os ataques não cessaram.

Mesmo com os claros insultos racistas, foi Vini Jr que acabou punido. Nervoso, o atacante se irritou com a torcida do Valencia, o que acabou gerando um início de confusão. Durante o empurra empurra, o camisa 20 chegou a levar um mata-leão de um adversário e, surpreendentemente, foi expulso na sequência. O craque brasileiro chegou a chorar em campo, enquanto era ofendido.

Após o fim da partida, Vinicius Júnior fez uma publicação em tom forte, na qual condenou os atos discriminatórios e o posicionamento de La Liga, que, na sua visão, é conivente com a prática. Vini Jr ainda sugeriu que pode deixar o futebol espanhol. “Mas eu sou forte e vou até o fim contra os racistas. Mesmo que longe daqui”, escreveu o jogador de 22 anos em seu Instagram.

Compartilhe